Dicas & IdeiasDicas & Ideias

Qualidade de vida no trabalho

Qualidade de vida no trabalho

Data Blog 27 de Setembro de 2018 - 13:35:52h

Investir na qualidade de vida do ambiente de trabalho, conciliando de maneira inteligente e bem balanceada os interesses da empresa com o dos trabalhadores, é uma das melhores maneiras de aumentar a produtividade dos funcionários. Ao melhorar os diversos processos pelos quais as relações dentro e fora do escritório acontecem, a satisfação pessoal de todos os funcionários com o seu emprego melhora e a empresa se beneficia como um todo.

É importante focar no lado emocional e promover bons relacionamentos pessoais entre os funcionários, já que isto é uma parte fundamental de um bom ambiente de trabalho. Uma das melhores formas de fazer isto é incentivar e encorajar atividades que desenvolvam o senso de equipe fora do ambiente de trabalho.

 

Programas como maratonas esportivas, board games ou partidas de poker são excelentes atividades em equipe para isto. Se organizar a participação numa corrida ou uma noite de War pode ser muito difícil, no caso do poker é tudo mais fácil por conta da mobilidade que os apps proporcionam –  novas companhias especializadas como a CoinPoker, por exemplo, estão tornando o processo de praticar entre sessões ou até mesmo começar a aprender mais fácil do que nunca.

Como aponta a organização “Na Prática”, é essencial aprender a identificar os pontos fracos e fortes de cada um dos seus colaboradores e aproveitar seus talentos e habilidades. Isto não apenas fará com que eles se sintam mais úteis e bem utilizados como tornará os processos de trabalho mais fáceis para todos os envolvidos.

É claro que é preciso ajudar os funcionários a alcançarem o seu potencial com treinamentos para o que eles ainda precisam melhorar, mas não há nada errado em aproveitar os pontos fortes enquanto os fracos ainda são desenvolvidos.

Também é necessário permitir uma boa dose de autonomia para que o colaborador desenvolva as suas atividades, especialmente para que ele possa ter um senso real de independência e agência dentro da empresa.

Uma pesquisa da consultoria Right Managament indicou que funcionários bem motivados são 50% mais produtivos, por isto é muito importante fazer com que os colaboradores percebam o sentido por trás das suas tarefas, a importância do trabalho que eles estão desenvolvendo em determinado momento e tenham uma noção dos objetivos da empresa.

Um dia útil possui oito horas de trabalho mas é irreal acreditar que o trabalhador será produtivo em cada minuto de todas elas e que todos possuem os mesmos picos de produtividade.

Isto é necessário para que as ações do funcionário façam sentido para mantê-lo motivado e ele não sinta que está apenas cavando buracos para tapá-los em seguida ou realizando tarefas que não fazem sentido ou serão úteis para os objetivos da empresa.

É melhor fixar em metas diárias claras e definidas de produtividade  – um certo número de atividades que precisam ser desenvolvidas – em conjunto de uma meta clara de produtividade de longo prazo para os períodos de avaliação.

A complexidade é a maior inimiga dos resultados rápidos e eficientes. Quanto mais variáveis, problemas e métricas diferentes um funcionário encontrar na hora de realizar o seu trabalho, mais difícil para ele será entendê-lo e realizá-lo de maneira satisfatória.

Mantenha os processos simples com objetivos bem definidos e metas claras mas desafiadoras de serem atingidas, sempre recompensando e elogiando publicamente aqueles que as alcançarem.

Desta maneira é possível tanto dar ao funcionário autonomia e liberdade para executar suas atividades quanto medir seu desempenho de maneira objetiva e recompensá-lo por um bom trabalho sem precisar microgerenciar tudo que ele faz.

Todas estas atitudes servirão para aumentar o senso comunitário do escritório e a sensação de pertencimento a um grupo dos funcionários, o que resultará numa equipe mais alinhada e produtiva.